Copiado Reclamação efectuada por um consumidor à DECO

Equipamento inteligente EDP – Box

Detalhes da reclamação

Estimados senhores, cumpre-me informá-los do seguinte: 1. Em Setembro do ano corrente, recebe este condomínio uma comunicação da EDP Distribuição, datada de 4 de Setembro, comunicando que, em virtude de um projecto inovador na área da energia eléctrica, irão proceder à instalação de uma “EDP Box” denominada de um equipamento inteligente. (Anexo 1) 2. Sou surpreendido com a instalação do referido equipamento sem que, para o efeito, houvesse qualquer agendamento da data a fim de acompanhar, in loco, os trabalhos da colocação do novo equipamento. 3. Nesta sequência, no final de Setembro deparei, casualmente, com o equipamento já instalado acompanhado com um “Auto de Retirada de Contador” datado de 22.09.2015 identificando o técnico Pedro Santos que registou a leitura de 10177,6 Kw com assinatura do cliente/representante traçada (irreconhecível) e ainda um guia de utilização EDP BOX Modelo Janz B2801. (Anexo 2) 4. Reparei que aquela leitura excedia o consumo habitual deste condomínio. Vai daí, nesta desconfiança, entendi proceder a uma avaliação mais detalhada do impacto deste novo contador sobre os consumos futuros. Seguem então três quadros comparativos (em anexo a esta reclamação), ilustrando o antes e o depois. Isto é, o primeiro representa a diferença de 17 Kw resultante do registo do técnico (do qual não tenho o antigo contador para fazer prova), o segundo representa a média mensal deste condomínio nos últimos 4 anos e o último contempla a média mensal prevista a partir da data da instalação do famigerado equipamento inteligente com base nos dados indicados na factura de Out/2015. (Anexo 3)De salientar que estamos perante um inquestionável consumo regular dado que ele se refere única e simplesmente ao uso do elevador e à luz das escadas. Significa que os consumos são independentes das variações ocorridas nas diversas estações do ano. Como é sabido o consumo no Inverno é tendencialmente maior pela utilização de alguns electrodomésticos próprios da estação. Obviamente que esse problema aqui não se põe. 5. Perante esta demonstração, sendo a parte que mais preocupa este condomínio, comparando os contadores acima mencionados, e recorrendo às leituras reais efectuadas pela EDP desde 14/10/2010 até 15/9/2015 constata-se que o consumo médio foi de 39 kw/mês (ver Quadro II). Concluímos facilmente que o novo equipamento atinge uma média mensal de 98 kw/mês (Quadro III). Daqui resulta pois um incremento no consumo de electricidade (2,5) duas virgula cinco vezes mais revelando assim um acréscimo de 153 %. De referir que este condomínio não solicitou a substituição do contador por nenhuma razão. Sabe-se, desde longa data, que o contador sempre funcionou correctamente nos moldes contratuais.

Solução pretendida

Entendemos que a EDP tem legitimidade para substituir os equipamentos por outros tecnologicamente mais funcionais. O que não se entende é a sua substituição por um outro que quase triplica a contabilização do consumo. Pelo exposto pretende este condomínio, mandar repor o contador anterior ou, em alternativa, um outro que respeite os consumos médios, por achar que o novo equipamento (EDP BOX), instalado em 22 de Setembro de 2015, provocou um acréscimo brutal no consumo, como ficou demonstrado. O administrador do condomínio:Equipamento inteligente EDP Box

Você não está autorizado a adicionar comentários.

Sistema de comentários desenvolvido por CComment

Top Tarifa Simples

Top Tarifa Bi-Horária

Top Tarifa Tri-Horária